População faz doações para garoto que teve brinquedos queimados pela própria mãe em Curvelo

Comovidos com um vídeo que viralizou na internet ao longo desta semana, onde uma mãe queima os brinquedos do próprio filho para se vingar do ex-marido, populares de Curvelo estão realizando doações de novos brinquedos para o garoto de apenas seis anos. Nesta quarta-feira, dia 11, o pequeno Richard ganhou uma bicicleta nova e outros presentes deixados na Polícia Civil de Curvelo.

briquedos-queimados-2

No vídeo que circula nas redes sociais, desde o último sábado, dia 7, a mãe do garoto, Carla de Souza Pinho (30 anos), diz algumas frases como “Isso é só o começo, vai ter mais”, “pobre não precisa de brinquedo não”, “pobre brinca na terra”, “mãe tem que fazer assim” e “seu presente de dia das crianças é esse”.

 

Logo que soube do caso, o Conselho Tutelar de Curvelo tomou todas as providências cabíveis e passou a guarda do menor para o pai. A mãe foi conduzida para a Polícia Civil e responderá criminalmente pelo caso.

 

Mãe pede desculpas e se diz arrependida

Em entrevista ao Jornal Central, da Rádio Centrominas FM, a moradora do bairro Esperança, em Curvelo, alega que teve um surto após saber que o marido exibiu fotos íntimas dela para algumas pessoas. Ela se disse arrependida, alegou sofrer de problemas psicológicos e ter outros problemas pessoais.

 

“Eu errei muito e peço perdão. Surtei porque meu ex-marido não me dá sossego e mostrou fotos intimas minhas no bar e o povo começou a rir de mim. E num momento de surto eu acabei queimando os brinquedinhos do meu menino. Perdi meu irmão, meu pai faleceu e junto tudo na minha cabeça”, afirmou.

briquedos-queimados-1

“Vou fazer um tratamento com psicológico e vou deixar meu filho com o pai dele até eu ficar melhor. Eu não quero descontar isso no meu filho”, concluiu.

 

A delegada de polícia, Margareth Freitas de Assis Rocha, falou sobre o caso e explicou que as medidas legais devem ser tomadas seguindo a lei. “Existe a lei e os caminhos legais para que isso se resolva. Nós não estamos mais na época da barbárie, que é de fazer justiça com as próprias mãos. Deixem as autoridades tomarem conta desse caso e todas as providências estão sendo tomadas”, afirmou em entrevista ao Jornal Central.

 

Nota da Prefeitura de Curvelo

A prefeitura de Curvelo esclareceu que uma equipe municipal, composta de psicóloga do Centro de Atenção Psicosocial (CAPS), uma profissional do Núcleo de Atenção à Saúde da Família (NASF), e do Estratégia Saúde da Família (ESF), estve na casa da criança, no bairro Esperança, para averiguar a situação e outras providências em relação à saúde do menor.

Compartilhe esta notícia nas suas redes sociais!
error: Atenção! Os textos, fotos, artes e vídeos do Mais Completo estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do jornal em quaisquer outros veículos de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. Sinta-se a vontade para compartilhar nossos conteúdos em suas redes sociais!